Miguel FGF
Lilypie Kids birthday Ticker
João FGF
Lilypie 4th Birthday Ticker
 

Santana Lopes e José Mourinho… O vídeo!

YouTube Preview Image

Hoje estamos numa de impostos…

Como o preço dos combustíveis está barato…

“O Ministério das Finanças vai aplicar o aumento do imposto petrolífero de 2,5 cêntimos por litro no próximo ano. Este é a terceira das subidas extraordinárias do ISP previstas nas medidas de consolidação orçamental aprovadas em 2005, ainda pelo anterior ministro, Campos e Cunha.

A nova subida do imposto petrolífero vai colocar Portugal no topo dos países da Europa com mais impostos sobre os combustíveis. Em Junho, Portugal, 60% do preço final da gasolina era imposto, uma das percentagens mais altas da Europa e acima da média da UE. Já no gasóleo nacional, a fiscalidade pesa 51%, abaixo da média da UE a 15.

O maior problema é, no entanto, a grande assimetria fiscal com Espanha que faz com que o abastecimento de combustíveis do outro lado da fronteira ganhe expressão, com prejuízos para o Estado, que perde imposto, para as petrolíferas e para os revendedores, que vendem menos. Em Junho, o diesel espanhol pagava menos 10 cêntimos por litro de imposto, mas a grande diferença é na gasolina e chegava aos 26 cêntimos por litro.”

Se estiverem interessados em ler o artigo completo, consultem o Jornal de Negócios.

IMI, mais uma vez…

Desta feita retirado de uma notícia do Jornal de Negócios:

“Dentro de cinco anos, os lisboetas vão estar a pagar mais 94% de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) do que actualmente. O presidente da câmara de Lisboa prevê um encaixe nos cofres da autarquia de 159,1 milhões de euros em 2012, mais 77 milhões do que no corrente ano. Os valores arrecadados com o IMI serão preciosos para que António Costa consiga equilibrar as contas da capital.

O aumento da receita do IMI deve-se ao agravamento do imposto nos edifícios que não foram transaccionados desde 2004, e que passará de 0,7% para 0,8%, uma das medidas previstas no plano de saneamento da autarquia, apresentado na segunda-feira; também ao facto de, a partir de 2008, cessarem as cláusulas de salvaguarda que fizeram com que, até agora, os aumentos de IMI fossem sentidos em prestações mais suaves; e a um aumento da eficiência na cobrança. ”

Vamos todos viver para Loures?

Câmara de Lisboa duplica Imposto Municipal sobre Imóveis para combater passivo

Este é o título deste artigo do Público. Leiam-no! Será que isto vai mesmo acontecer? É que se for para a frente, é bem fácil gerir uma entidade estatal: quando se está em crise, duplica-se os impostos… ou então criam-se novos impostos como é o caso dos 85,00 € que todas as empresas (quer facturem 1.000€/ano ou 10.000.000€/ano) são agora obrigadas a pagar para depositarem as suas contas nas Conservatórias… Enfim… Portugal…

Quem sou eu?

balde.jpg

Roger Federer no 19º Estoril Open

O título de post diz tudo. Preparem-se para comprar os bilhetes…

Global, Meia-Hora, Metro, etc…

Será que sou só eu que reparo que em todos os sinais onde são distribuídos jornais gratuitos as filas de trânsito são sempre maiores?

A novidade agora é estar o Global e o Meia-Hora a serem distribuídos de manhã no sinal do Marquês de Pombal de quem vem da Avenida da Liberdade, resultado: A fila é cada vez maior! Isto porque quem está a distribuir os jornais fica no meio da faixas de rodagem a entregar jornais aos carros que PARAM quando o sinal está verde!

O que as pessoas fazem para ter acesso à informação…. ou será que é só porque é de graça?

Responsáveis da C.M.L. e da P.S.P. (a divisão de trânsito de Santa Marta é mesmo ao pé deste sinal), olhem para este problema, que só cria trânsito, possibilidade de acidente, (porque o Sr. da frente que muito ler o jornal, e aqui vai travagem) e perigo para quem entrega os jornais no meio da estrada em plena hora de ponta!

HTC TyTN II

No seguimento deste post, fica aqui uma nova review sobre este novo modelo da HTC.

FGF – Sanita :-)

collage.jpg

Upgrade de Windows Vista para Windows XP

Não, não me enganei no título do post, acabei mesmo agora de fazer um upgrade do portátil para o Windows XP (tinha o Windows Vista antes). E porquê chamar upgrade? Porque após alguns meses a testar o Windows Vista cheguei à conclusão que prefiro o Windows XP, e que este é muito mais eficiente e simples de usar que o Windows Vista.

Entretanto fui testando o Ubuntu e o Opensuse, mas para já fico-me no Windows XP.

Previous Page »