Tap e Luis Vaz de Camões

Tap e Luis Vaz de Camões no mesmo post é uma mistura um bocado estranha, mas se continuarem a ler vão perceber a ligação…

Na semana passada estive em Frankfurt, e fui transportado pela nossa companhia nacional, a Tap. À ida fui num A319, tudo normal, um avião usado por muitas companhias europeias para os voos “internos”. Espaçoso q.b. pelo menos na versão que a Tap utiliza, o mesmo não se pode dizer da versão da Easyjet, já que a Tap coloca 132 passageiros e a Easyjet 156, Mas até aqui tudo normal…

No voo regresso o equipamento era outro, um A321 para 194 passageiros. E que voo… Neste avião da Tap, especificamente o “Luis Vaz de Camões”, parece que estamos a andar de metro em hora de ponta, sem espaço para as pernas (e não se pode dizer que eu seja alto), com um nível de (des)conforto muito pior que qualquer voo da Easyjet.

Ora não me parece que uma companhia de bandeira que se quer diferenciar no serviço que presta de uma low cost apresente um avião com esta falta de conforto. Diga-se que não consegui abrir o Macbook (emprestado ;-) ) para ver um filme durante o voo, tal a falta de espaço!!!

Tap, o nosso grande poeta merecia um avião com melhores condições!

    Outros Artigos Relacionados:


No Comments! Be The First!

Leave a Reply